\\ JORNAL DA MANHÃ \ Rural

Apicultores recebem incentivo para produção

Segundo levantamento, o RS possui 350 mil produtores de mel
Segundo levantamento, o RS possui 350 mil produtores de mel
Publicada em 24/04/2013.

 

O secretário da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, Luiz Fernando Mainardi, propôs nesta segunda-feira, a criação de um grupo de trabalho para elaborar um programa de fomento que crie condições para o aumento da produção e da qualidade do mel. A medida foi definida durante encontro da Câmara Setorial da Apicultura.
Durante o encontro, o professor Juliano Tomazzoni Boldo explicou o Programa de Pesquisa e Extensão em Apicultura, desenvolvido pela Universidade Federal do Pampa - Campus São Gabriel. De acordo com os resultados preliminares da pesquisa, o RS é o maior produtor de mel no País, que tem um total de 350 mil produtores. Destes, aproximadamente 28 mil são gaúchos. O principal objetivo do projeto é a criação de um instituto nacional com laboratórios para a análise da qualidade do mel. 
Mainardi destacou a importância da iniciativa para o setor. "A apicultura é uma atividade tão interessante e complementar para os produtores que o Estado precisa criar uma forma de incentivo, há espaço para um programa que contribua para a diminuição dos custos e a ampliação da produção".

 

O secretário da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, Luiz Fernando Mainardi, propôs nesta segunda-feira, a criação de um grupo de trabalho para elaborar um programa de fomento que crie condições para o aumento da produção e da qualidade do mel. A medida foi definida durante encontro da Câmara Setorial da Apicultura.

Durante o encontro, o professor Juliano Tomazzoni Boldo explicou o Programa de Pesquisa e Extensão em Apicultura, desenvolvido pela Universidade Federal do Pampa - Campus São Gabriel. De acordo com os resultados preliminares da pesquisa, o RS é o maior produtor de mel no País, que tem um total de 350 mil produtores. Destes, aproximadamente 28 mil são gaúchos. O principal objetivo do projeto é a criação de um instituto nacional com laboratórios para a análise da qualidade do mel. 

Mainardi destacou a importância da iniciativa para o setor. "A apicultura é uma atividade tão interessante e complementar para os produtores que o Estado precisa criar uma forma de incentivo, há espaço para um programa que contribua para a diminuição dos custos e a ampliação da produção".