Notícia

Polícia

Presídios da região enfrentam dificuldades

Postada 11/08/2017



A crise do sistema prisional começa a rondar a região. Nesta semana, a falta de vaga para abrigar um preso do Município de Santo Augusto nas casas prisionais que fazem parte da 3ª Delegacia Penitenciária Regional (DPR) fez o delegado Jair Félix Ribeiro quebrar a cabeça e alocar o apenado no presídio de Três Passos, após o preso ficar cerca de 10h na Delegacia causando tumultos e forçando uma fuga.

Um relatório foi realizado pelo delegado ao Grupo JM, no qual foram avaliadas as prisões da região, tendo em vista o número de apenados e a capacidade de engenharia das penitenciárias. “Não só aqui, mas em todo o Estado, as prisões estão com um déficit de vagas”, salientou Jair.

Das casas prisionais que fazem parte da 3ª DPR, Instituto Penal e Penitenciária Modulada de Ijuí estão acima da lotação. Dentre os presídios estaduais, o de Cerro Largo, o de Cruz Alta, o de Santa Rosa, o de São Luiz Gonzaga e o Presídio Estadual de Santo Ângelo estão acima da lotação.  O Presídio Estadual de Três Passos está dentro da média porque alguns presos foram transferidos devido a uma interdição. Dentre as casas prisionais que estão dentro da média estão apenas o Presídio Estadual de Santo Cristo e o Instituto Penal de Santo Ângelo.

“Uma solução para este problema seria o uso de tornozeleira eletrônica. Este monitoramento já está sendo realizado aqui na região, mas queremos expandir cada vez mais, para aquele preso com crime de menor potencial não estar com os demais. Temos um efetivo baixo e não há condição de fiscalizarmos o preso durante todo o dia. Com a tornozeleira, o apenado é fiscalizado 24h por dia”, destacou o delegado. 



Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
clicjm@jornaldamanhaijui.com Desenvolvido por